Ch-Ch-Change

large

Já faz um tempo que decidi criar o blog, porém devido a toda euforia com reforma de apartamento, recém-casório e mudança de cidade, minha cabeça estava uma pilha e não conseguia me concentrar para escrever aqui. Outra noite enquanto o sono não chegava (o último “Atividade Paranormal” conseguiu mexer com o meu psicológico), pensei referente ao primeiro post… “Já sei!! Vou falar justamente o que tem tomado conta dos meus pensamentos esse tempo todo: minha experiência com a mudança de cidade” então vamos lá minha gente…

Depois de passar praticamente todos os feriados possíveis do ano de 2013 na casa da minha sogra em Ribeirão Preto, no final do ano passado, eu e meu namorado (maridão nos dias atuais <3) compartilhamos a vontade que tínhamos de morar no interior, poder ter a chance de buscar novas oportunidades, fugir da violência, do trânsito from hell da “terra da garoa” e principalmente usufruir a tão sonhada qualidade de vida.

O tempo passou e a fanfarrona da vida vem com uma novidade, surgiu uma oportunidade de o meu namorado morar com a mãe lá em Ribeirão Preto, imagina minha reação ao saber dessa notícia?!?! Entrei em choque com medo de perdê-lo, porém também rolava a insegurança das coisas não dar certo caso eu fosse com ele, depois disso começamos a viver cada dia do nosso relacionamento como se fosse o último (recomendo)! Nesse meio tempo percebemos e tivemos a certeza que nos amávamos de verdade e ficar longe um do outro não era uma alternativa em nossas vidas. Foi ai que entramos em um consenso (sim, em um consenso) e decidimos ir juntos para a cidade maravilhosa! No começo estava em êxtase, afinal mudar de ares e dar uma repaginada na vida é algo tentador.

Começamos a planejar tudo, empresa para mudança, detalhes do casamento (optei por casar apenas no civil, casar na igreja é lindo, mas é muuuuito caro), quando pediríamos nossa carta de alforria na firma, término da faculdade do Fábio e mais um milhão e meio de coisas!

O tempo passou rápido, graças ao cara lá de cima deu tudo certo, consegui resolver 90% de todas as pendências e de hoje a dois dias vou começar um novo capitulo rumo à nova vida no interior. Apesar de estar tão feliz com toda essa mudança ao lado da pessoa que mais amo na vida, ainda estou com aquele friozinho na barriga, ficam passando várias coisas pela minha cabeça como medo de demorar muito para encontrar um novo emprego, de não me adaptar ao super calor da cidade de me decepcionar com alguma coisa morando a três e principalmente a falta que vou sentir das pessoas queridas da minha vida.

Nesse momento estou escrevendo o rascunho desse texto, durante um passeio com os meus pais, é muito difícil imaginar que não vou ver com frequência pessoas que considero meu porto seguro, é estranho deixar nossos melhores amigos, chegar a um lugar onde você vai ter que começar as suas amizades do zero.

Estou tentando ao máximo curtir essa nova fase e acabar com todas essas neuras de Daii. Como meu amado esposo me diz “se prende em coisas boas, pensa no lado positivo de tudo” e é isso que estou tentando realmente fazer! Afinal o que move a vida são as mudanças.

Espero que vocês tenham gostado do meu primeiro post, vou tentar atualizar o blog sempre que surgir inspirações e coisas boas para compartilhar com vocês!

E que venha sexta-feira e um novo começo.

Ps. Foto do post: weheartit.com ❤

Beijos, Daii!